segunda-feira, setembro 18, 2006

Sta Marinha


Enquanto a Sta. Marinha descansa no meio das flores.
Lá em cima, debaixo de um simples telheiro, lubrificam-se as gargantas, em amenas conversas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Links para este post:

Criar uma hiperligação

<< Início